Atendimento: Seg-Sex 7:45-12:00 | 13:15-18:00 Agendamento:  (47) 3345 9954 /  (47) 99180 9954

Consulta pré-concepcional: Estou pronta para engravidar?

Você sabe quando engravidar? O momento ideal é quando a mulher está saudável, física e psicologicamente. Mas, como saber isso? Através de uma consulta pré-concepcional sua saúde pode ser avaliada e muitas doenças podem ser evitadas ou controladas, evitando gestações de risco e malformações fetais.

Para o planejamento de uma gravidez, os cuidados devem ir além das consultas ginecológicas periódicas. O estilo de vida do casal também faz diferença para se ter ou não uma gravidez tranquila, um parto seguro e uma recuperação mais rápida. A mulher deve estar em alerta ao seu corpo e em se manter saudável mesmo antes da concepção para garantir que a gestação seja a melhor possível.

Quando procurar o médico?

Cerca de três meses antes de engravidar, a primeira providência é procurar o médico para lhes acompanhar durante todo o processo. Esse processo de pré-concepção inicia com um tratamento com ácido fólico, um suplemento que oferece suporte na prevenção de malformações congênitas durante o desenvolvimento fetal, além de ajudar a prevenir a anemia na gestação.

O seu bebê reflete o que você é meses antes de gerá-lo. Portanto, é importante saber se sua alimentação está adequada, se os exercícios físicos  que pratica podem ser mantidos, se alguma doença presente na sua família pode afetar você e se há medicações em uso que são contra-indicadas.

Quais são os primeiros passos?

Os cuidados para se ter uma gravidez saudável são muitos, mas eles podem ser simplificados se suas consultas, exames e procedimentos estiverem em dia.

A consulta pré-concepcional faz parte do pré-natal. Nesta consulta, o obstetra pode verificar a presença de fatores de risco modificáveis, por exemplo, baixo peso ou excesso de peso materno. Estas condições podem ser corrigidas antes da gravidez, pois aumentam os riscos durante a gestação. Principalmente, a gestante com obesidade ou sobrepeso, possui maior risco de desenvolver diabetes gestacional, hipertensão, e de ter um bebê macrossômico (grande demais). O médico irá aconselhar a paciente, se houver necessidade de alterações dos hábitos alimentares.

Outro fator importante que deve ser analisado é o sedentarismo. As gestantes que não praticam nenhuma atividade física podem iniciar a prática de atividades mais leves durante a gestação. Porém, é mais adequado que esse hábito da prática de exercício físico seja desenvolvido antes mesmo da gestação, pois se exercitar traz inúmeros benefícios para a gravidez.

Também é fundamental que as gestantes que já eram portadoras de hipertensão ou diabetes, antes da gravidez estejam com sua doença controlada para que o bebê possa se formar adequadamente. Algumas medicações utilizadas para essas patologias devem ser trocadas por outras, que não prejudiquem o futuro feto.

É importante que a futura gestante esteja imune às patologias que podem prejudicar o bebê. Por isso deve ser feita uma revisão do esquema vacinal, pois algumas vacinas não podem ser aplicadas durante a gestação, como a vacina da rubéola e a da varicela, por exemplo. Exames ginecológicos completos também são fundamentais de serem realizados, inclusive o exame preventivo do colo do útero.

Além de tudo, uma conversa com a gestante e seu parceiro é imprescindível para orientações e informações. Uma revisão da história obstétrica prévia da paciente contribiu para um melhor planejamento da gestação, principalmente porque algumas patologias estão relacionadas a perdas fetais ou abortos de repetição. E apesar de ser clichê de abordar, com relação ao período gestacional, outro fator extremamente importante de lembrarmos é que não se deve usar substâncias como drogas, álcool, tabaco e algumas medicações específicas.

Vale lembrar que a formação dos órgãos do feto ocorre nas primeiras semanas de gestação, período chamado organogênese, existindo muitas substâncias ou condições que são essenciais para auxiliar nessa fase. Entretanto, 20% das gestantes iniciam o pré-natal quando a organogênese já ocorreu, deixando de evitar muitas malformações fetais. Então, em casos de gravidez surpresa, saiba que quanto antes iniciar o pré-natal, melhor.

E se for planejar, faça uma avaliação médica antecipada, até três meses antes de conceber seu filho, para que ele nasça saudável, num parto sem complicações.

HORÁRIO DE ATENDIMENTO

Segunda – Sexta 9:00 – 12:00
13:30 – 18:30

CONTATO

  • (47) 3345 9954

  • (47) 99180 9954

  • contato@lgasaude.com.br

LOCAL

  • Segunda avenida, entre as ruas 236 e 234, sala 02
    Meia Praia – Itapema
2018-03-22T19:01:51+00:00

AGENDAMENTO VIA
WHATSAPP