Atendimento: Seg-Sex 7:45-12:00 | 13:15-18:00 Agendamento:  (47) 3345 9954 /  (47) 99180 9954

A importância do ácido fólico antes e durante a gravidez

A maternidade é um momento único e especial na vida da mulher e exige certos cuidados com a saúde da mãe e do bebê. E alguns começam antes mesmo da gravidez acontecer, ainda na fase do planejamento, quando a ideia de aumentar a família passa a ser cogitada. Uma das maiores preocupações dos médicos é com a possibilidade de má-formação neurológica do feto. Para prevenir isso, a recomendação é incrementar a alimentação com o consumo diário de ácido fólico, de 3 a 4 meses antes de engravidar.

Com a gravidez confirmada, a futura mamãe deve manter o tratamento pelo menos até o terceiro mês da gestação, quando a maior parte dos órgãos do bebê já estará formada.

O que é o ácido fólico

O ácido fólico, também conhecido como folato, é uma vitamina hidrossolúvel do complexo B que atua na formação de proteínas estruturais e de células sanguíneas. Na gravidez, é ele que forma o tubo neural, isto é, o sistema nervoso inicial do bebê, que vai dar origem ao cérebro e à medula espinhal.

Este tubo começa a se formar entre o 18º e o 26º dia. Neste período, quando não há um planejamento prévio, muitas mulheres ainda não sabem que estão grávidas. E se a taxa de ácido fólico estiver baixa, isso pode afetar a saúde do bebê que está por vir.

Onde encontrar ácido fólico

Há diversos alimentos ricos em ácido fólico. Carnes, vegetais com folhas verdes-escuras (aspargo, brócolis, espinafre, vagem), leguminosas (ervilha, fava, feijão, lentilha) e grãos integrais (gérmen de trigo) são as melhores fontes.

O nutriente também pode ser encontrado na gema de ovo, no queijo, em castanhas e em algumas frutas (laranja, limão, abacate, maçã). As verduras devem ser consumidas frescas e in natura para preservar os nutrientes. Se cozidas, o recomendado é utilizar pouca água no preparo, deixando apenas o vapor agir. No Brasil, as farinhas de trigo e de milho são enriquecidas com ferro e ácido fólico por determinação de regulamento da Anvisa que segue diretrizes da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Apesar da variedade de opções, a quantidade de ácido fólico para gestantes não é suficiente apenas com o consumo desses alimentos. O complemento é feito por meio de medicamentos, seguindo a orientação da RDA, sigla em inglês para as recomendações nutricionais estabelecidas pelo Comitê de Alimentação e Nutrição (FNB) dos Estados Unidos em 1989.

O consumo diário de ácido fólico sugerido para gestantes é de 0,4mg. Para pacientes com histórico familiar de defeitos no tubo neural, a quantidade sobe para 4mg/dia.

Os benefícios do ácido fólico

O maior benefício do ácido fólico para gestantes é a prevenção de falhas no sistema nervoso do bebê, que inclui anencefalia (doença causada pela má-formação do cérebro) e mielomeningocele (defeito congênito que afeta a espinha dorsal) em 90% do casos, além de encefalocele (caracterizada pela má-formação óssea, resultando em uma saliência além dos limites normais do crânio) em 10% dos diagnósticos.

Além de fortalecer o tubo neural, o ácido fólico também previne anemia e auxilia no funcionamento do sistema vascular. Durante a gravidez, ele ajuda no desenvolvimento neurológico do bebê enquanto age na regulação dos glóbulos vermelhos (células responsáveis pelo transporte de oxigênio até os tecidos) no corpo, no alargamento do útero da mãe e no crescimento, tanto da placenta quando do feto.

O ácido fólico também atua na formação de anticorpos (células de defesa do organismo), no metabolismo de aminoácidos e na síntese de alguns compostos orgânicos, como purina e pirimidina, e na síntese de moléculas como o ácido nucleico.

Planejamento gestacional é essencial

Devido aos riscos de deficiência do tubo neural, principalmente quando há histórico e pela falta de ácido fólico, o bom planejamento da gravidez pode fazer toda a diferença lá na frente, deixando preocupações que podem ser evitadas de lado e dando espaço apenas para comemorar a chegada do novo membro da família.

Um bom planejamento está diretamente ligado ao acompanhamento do pré-natal, realizado regularmente e com toda a assistência médica necessária, que nós oferecemos aqui na LGA Saúde. Nossa missão é cuidar da sua saúde e do bem-estar do seu bebê desde o início. Nós queremos que sua única preocupação seja aproveitar uma gestação tranquila e saudável.

Deseja acompanhar mais textos sobre saúde gestacional? Assine nossa newsletter abaixo e receba nossos conteúdos por e-mail:

HORÁRIO DE ATENDIMENTO

Segunda – Sexta 07:45 – 12:00
13:30 – 18:00

CONTATO

  • (47) 3345 9954

  • (47) 99180 9954

  • contato@lgasaude.com.br

LOCAL

  • Segunda avenida, entre as ruas 236 e 234, sala 02
    Meia Praia – Itapema
2021-02-05T14:17:33+00:00

AGENDAMENTO VIA
WHATSAPP